segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Plataforma: PC / Playstation 4 / Xbox One
Edição: Collector's Edition
Lançamento:2015
Editora: Konami
Produtora: Kojima Productions




Metal Gear Solid V: The Phantom Pain é o jogo mais esperado do ano para os fãs de Kojima, em grande parte devido a polémica entre o próprio Kojima e a Konami que foi uma das grandes noticias deste ano na comunidade de jogadores, polémicas à parte o jogo está aí e faz-se acompanhar de um mundo aberto de acção e espionagem onde iremos acompanhar o Big Boss a lutar em território africano com um grupo de mercenários após este ter estado em coma.

A edição analisada aqui será aquela que foi lançada em território europeu e não a que saiu no Japão que tem o braço biónico a escala real.

A caixa da edição faz-se acompanhar por uma espécie de luva em cartão na qual temos acesso à plataforma do jogo e ainda as informações e restante conteúdo da edição, além disso temos uma fita que inclui o símbolo dos Diamond Dogs sendo que esse emblema é um imane que pode ser colocado noutro local por exemplo, frigorífico, a caixa é toda negra com grande qualidade e acabamento, imitando pele, trata-se de uma caixa coleccionavel que merece ser exibida não servindo apensas para transportar o conteúdo. 

O steelbook incluído  conta com arte de alguns dos personagens tanto na frente como no verso e tem também ilustrações internas, é uma embalagem de metal bastante interessante que irá deixar os fãs da série satisfeitos, no seu interior temos o mapa da região que exploramos no jogo, é um mapa de papel que poderia ser oferecido na edição normal.

O jogo vem em embalagem padrão e no seu interior, além do disco do jogo encontramos também os vários DLC's que são: conjunto de roupas do Snake: Fatigues (Black Ocelot), Fatigues (Gray Urban), Fatigues (Blue Urban), Fatigues (All-Purpose Dryland); armas e escudos: Windurger S333 CombatSpecial, Adam-ska Special, Maschinen Taktische Pistole 5 Weiss, Rasp Short-Barreled Shotgun Gold, Personal Ballistic Shield (Olive Drab) , Personal Ballistic Shield (Silver), Personal Ballistic Shield (White), Personal Ballistic Shield (Gold); caixas de cartão: Cardboard Box (Rocky Terrain), Cardboard Box (All-Purpose Dryland), Cardboard Box (Wetland); emblema Venon Snake; e pacote de itens para Metal Gear Online: WU S.PISTOL GOLD, AM MRS-4 GOLD, XP Boost e Metal Gear Rex Helmet.

A peça principal desta edição é a réplica à meia escala do braço bionico do Big Boss, um item original e invulgar, com um excelente acabamento e pintura sendo que a mão e dedos são completamente articulados permitindo criar parias poses , é o tipo de objecto pelo qual os coleccionadores procuram devido à sua forma e aquilo que representa fugindo dos padrões tradicionais no geral é uma boa peça de colecção.

Conclusão

Sem dúvida que o principal atractivo nesta edição é o braço que ofusca tudo o resto mesmo não sendo tão magnifico quanto o seu irmão japonês à escala real este não deixa de ser uma peça o steelbook e a caixa são bons itens mas em nada extraordinários, é uma edição que podia ter sido bem melhor mas no entanto se forem realmente fãs não irão querer perder a oportunidade e é somente a esses que eu aconselho ou então a grandes coleccionadores.  

Classificação

Nota Collector's Edition - 6/10 

Video de Unboxing




 

Reacções:

5 comentários:

Eu acho que poderiam ter caprichado mais nesta edição, mas enfim como fã já garanti a minha.

Confesso que fiquei meio decepcionado, mesmo sendo um mega-fã da série...
Achei tudo tão meio com cara de malfeitinho

Olá GluGluYeahYeah,

Na minha opinião não é uma grande edição, eu preferia ter um bom livro como espécie de diário de produção, a única coisa interessante é mesmo o braço que poderá não ser da aprovação de todos.

Cumprimentos.

Olá ipaugust,

Se para mim que não me posso considerar um grande fã, apenas apreciador, imagino para quem goste mesmo a sério, no entanto é como digo, aconselho somente ao fãs que não passam sem nada que seja de Metal Gear.

Cumprimentos.

Ola Pistolero

Otimo review mas cade a analise da edição japonesa ?

The work never ends hauhauahuahau.

Grande abraço.

Enviar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário. Ele é importante
Volte sempre.