quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Pesadelo dos Coleccionadores.

Já muitos de nós jogadores ficamos indignados com esta nova politica das empresas criadoras de jogos que são os DLC's algo que é muitas vezes abordado aqui no Super Edições e Edições Especiais principalmente quando temos edições de coleccionadores que oferecem esses bens digitais como itens de coleccionador o que não faz nenhum sentido e é completamente ridículo e só serve para colocar o preço mais inflacionado.

Por ser de uma geração que cresceu a comprar jogos que vinham completos e depois de sair ninguém mexia mais neles o máximo que acontecia era saírem expansões que só por si eram jogos novos e mereciam ser adquiridos.

Acho que esta nova tendência da industria é a pior coisa que existe e que irá continuar enquanto nós jogadores continuarmos a comprar, enquanto fazemos as pré-reservas onde o jogo ainda não saiu mas a criadora do jogo já vendeu milhares de cópias somente tendo apresentado um ou outro trailer que depois não é aquilo que vemos no jogo final, Watch Dogs, por exemplo.

Claro que quando se tratam de edições de coleccionador é mais complicado, mas ao mesmo tempo não, mas isso será tema para outro texto, aqui iremos abordar os DLC's


Esquema visual da evolução dos DLC's.


Mas afinal o que são DLC's?

DLC é o diminutivo, se é que podemos chamar assim para duas palavras inglesas que são o pesadelo de todos os jogadores, downloadable content, por norma são conteúdos digitais que pertencem aos jogos mas que têm de ser comprados à parte, existem vários tipo de DLC que podem ser categorizados da seguinte maneira.

Níveis Adicionais

Isto significa que novo conteúdo é adicionado ao jogo, seja por novos mapas, novas missões o que acontece é que se aumenta a durabilidade do jogo em causa, claro que aquilo que acontece é que na grande maioria das vezes trata-se de material excluído propositadamente do jogo apenas com o propósito de esmiuçar um titulo ao máximo.

Pacotes de Mapas Multijogador

Lembram-se dos tempos de Unreal Tournament ou até mesmo Counter Strike, nos primórdios das jogatinas online? Pois bem nesses tempos "mais simples" existia uma enorme comunidade a criar mapas e a distribuir de forma gratuita para irmos colocando no nosso jogo, hoje em dia temos pacotes de mapas muitas vezes já velhos conhecidos que são vendidos à parte reciclando sempre o material que já existe juntando um ou outro mais recente ou estreante.

Itens de jogo extra

Neste caso o que acontece é o seguinte, por uma módica quantia é oferecido ao jogador aquela arma, armadura, personagem, etc, que para quem não pagou teve de andar horas à procura ou a evoluir a sua personagem até a encontrar ou desbloquear, no fundo estão a dar dinheiro para concluírem os objectivos do jogo mais rápido o que acaba por fazer perder a piada do jogo em si além de que torna as batalhas entre jogadores mais injustas.

Roupas e Skins

Estes são os mais gritantes, ou seja, basicamente estamos a gastar dinheiro meramente por motivos estéticos que na grande maioria das vezes nada de mais oferece ao jogo.

Estas são aquelas categorias facilmente encontradas nas grandes maiorias dos jogos mas dentro destas categorias anunciadas surgem também os tipos, ou classificação dos mesmos que podem ser colocados desta forma: 

DLC Gratuito 

Aquele que pode ser descarregado sem necessitar de pagar, casos raros mas existem.

DLC Incluído no disco

Aquele que já vem incluído no disco do jogo quando é comprado só que para ser desbloqueado é necessário voltar a pagar uma quantia para termos acesso, a maior porcaria que pode haver pois se compramos o disco deveríamos ter o acesso completo ao seu conteúdo.

DLC Exclusivo de Plataforma / Loja

Aquele que é apenas colocado numa plataforma ou loja especifica e não estará disponível em mais nenhum lado.

DLC Season Pass

Aquele que é comprado sem sabermos o que o futuro nos reserva podemos muito bem vir a receber níveis que acrescentam mais história como apenas um pacote de chapéus para a personagem que nada trazem de refrescante.

DLC Jogo GOTY (Game of the year edition)

Depois da empresa ter espremido ao máximo o jogo com todo o lançamento de conteúdo digital, faz-se o que? Lança-se a versão de jogo do ano mais barata do que quando o jogo foi lançado e ainda inclui aqueles DLC's todos que foram lançados.

No fundo aquilo que se passa é o seguinte, todos sabemos que os jogos quando são lançados são caros para a bolsa do consumidor comum, no qual eu me insiro, então quando alguém paga 60 euros por um jogo e ele vem incompleto não podemos ficar satisfeitos, até por que se pensarmos bem com isto dos extras digitais o que vai acontecer é que o jogo custou o que custou e depois acrescentamos mais 30 ou 50 euros só em extras no total o jogo que custava 60 euros e que vem a esse preço final passa a ficara mais de 100 euros, vejam ocaso mais recente de Evolve, que não é único mas que é o mais gritante actualmente.

Haveria muito mais a abordar neste tema como as micro transacções os jogos fremium mas para já deu para perceber um pouco esta situação actual que passa pela industria dos jogos e comunidade de jogadores a única forma de voltar atrás (o que será impossível) é reclamarmos com a carteira, ou seja, não comprar.





Em forma de conclusão só quero dizer o seguinte:

DLC não é item de coleccionador, nunca foi, nunca será, não compro DLC nem sustento essa mania. Este é um espaço declaradamente anti-dlc.

(Sim sei que os Amiibo são uma espécie de DLC em formato físico mas são um pouco mais do que isso)


Deixei aqui a sua opinião sobre este tema 





Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário. Ele é importante
Volte sempre.